Notícias & Destaques

Lídio Leão

Entrevistamos o representante do graffiti entre os ganhadores do concurso cultural

Fiz com Colorgin - Como surgiu o interesse de participar do concurso?


Lídio Leão - Na verdade, eu estava indo comprar umas latas da Colorgin Arts para fazer um trabalho de grafitagem. Aí, eu vi um panfleto que falava do concurso e decidi participar, pois sempre que possível participo de concursos de arte.


Como você entrou na área artística?


Eu desenho desde criança, e as pessoas sempre elogiavam os meus desenhos, mas só aos 20 anos um amigo meu me levou para um curso de graffiti Nesse curso tive como professor, o Christian Adenauer, que foi a pessoa que me inseriu nesta área, me ajudou tanto que, ao termino de seu contrato, me indicou para substituí-lo. Foi quando me envolvi realmente na área, pesquisando e praticando cada vez mais.


O Graffiti é a sua profissão? É uma fonte de renda para você? Se sim, que atividade você realizava antes? Se não, qual sua profissão de origem?


O graffiti não é minha profissão, mas foi a minha primeira fonte de renda!
Até hoje eu conquisto muita coisa através do graffiti, dando oficinas e fazendo pinturas. Atualmente, trabalho como operador de telemarketing, mas lembrando de que meu desejo é poder trabalhar apenas na área artística.


Como a "Cultura Recifense” surgiu? Você imaginava que ela teria toda essa repercussão?


Surgiu do fato de homenagear um casal recém-casado, que é fã de Chico Science. Minha amiga, que é cunhada do noivo, me deu a ideia, aí eu trabalhei na criação da imagem. O pessoal elogiava muito, por isso tive a ideia de participar com este trabalho.


Além da "Cultura recifense”, você faz outro tipo de graffiti? 


Com certeza! Na verdade, a minha grafitagem é mais voltada para personagens, trabalho muito com expressão facial ou procuro mostrar algumas cenas do cotidiano.


Como você aprimora os seus conhecimentos? 


Treino diariamente, fazendo pesquisas na internet, sempre procurando algumas imagens relacionadas ao trabalho que pretendo fazer no momento, além de olhar alguns trabalhos de outros artistas e suas técnicas.


Qual sua fonte de inspiração? 


O amor pela arte, por poder transmitir algo, provocar um sentimento através de um graffiti, uma pintura ou um simples desenho. Tudo isso me inspira. 


Como você vê sua arte? 


Vejo como uma forma de linguagem, um meio de entrar em contato com a sociedade, não só chamando a atenção para uma técnica de pintura, mas procurando transmitir uma mensagem, de acordo com o que proponho para cada trabalho.


Qual o papel do graffiti em sua vida?


O graffiti tem sido uma coisa maravilhosa em minha vida, foi através dele que pude ter uma melhor condição de vida, conhecer várias pessoas e novos lugares.


Quais eventos, feiras e exposições você já participou, quando foi?


Só participei de mutirões de graffiti, eventos que sempre rolam por aqui.
Mas nunca participei de exposições, tenho um desejo muito grande de poder participar de alguma.


Você dá aulas para quem quer ser um artista como você? 


Sempre que possível, estou envolvido em projetos sociais que dão a crianças e jovens oportunidades de aprender a arte da grafitagem. O objetivo inicial dos projetos que participo não é formar o artista em si, mas sim formar o cidadão, mas sempre falo que, se é isso mesmo que eles amam fazer, eles precisam lutar para se tornar grandes artistas.


Que dicas você dá para quem está começando com o graffiti?


Em primeiro lugar, o iniciante tem que encontrar o seu estilo de graffiti preferido, isso pode ser feito observando outros artistas; trabalhar a questão das cores e o esboço do desenho, e depois, é só treinar bastante, pois só o treino trará qualidade para o trabalho.


Como conheceu os produtos Colorgin? 


Foi através do curso de graffiti que conheci alguns dos produtos da Colorgin: o Esmalte Sintético, o Uso Geral e as linhas Automotiva e Arts.


Qual linha Colorgin você costuma usar?


A primeira Colorgin que usei foi a Esmalte Sintético, depois a Uso Geral, mas, quando conheci a Colorgin Arts, vi que ela é a melhor para o graffiti, e é essa que eu uso.


Onde podemos encontrar suas artes? Você tem site ou blog?


Além de encontrar meus trabalhos em ruas do Recife, pode encontrar também no meu blog: www.kronuslrl.blogspot.com 


E como o pessoal pode fazer para entrar com contato com você? Possui algum perfil em redes sociais, como Twitter, Facebook, Orkut etc., para trocar ideias com quem tiver dúvidas?


Podem falar comigo pelos telefones: (81) 8781-6122 e (81) 8656-5024
Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#AlbumList?uid=8134451093862037656 
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000176112613 
Meus e-mails: lidio68@yahoo.com  e kronus.cm@hotmail.com


 


Confiram abaixo alguns outros trabalhos realizados pelo Lídio Leão.



Entrevista de Lídio Leão







Politica de privacidade Termos de utilização Copyright 2013 © Sherwin-Williams do Brasil - Todos os direitos reservados